Square news

Sedentarismo: mude seu estilo de vida

por Renata |

O sedentarismo é considerado a falta ou redução da atividade física, que provoca uma diminuição no gasto energético diário do indivíduo. As estatísticas mostram que 47% dos brasileiros são sedentários. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, para que uma pessoa não seja considerada sedentária, bastam 150 minutos de atividades físicas por semana. Desta forma, ela também estaria fora da zona de risco das doenças associadas a ele.

O sedentarismo pode trazer complicações cardiovasculares. Ele também está ligado ao aumento da pressão arterial e do colesterol. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Cambridge, o sedentarismo mata duas vezes mais que a obesidade, considerando doenças cardiovasculares como infarto, AVC, trombose, entre outras.

A osteoporose e a diabetes podem ser alguns dos problemas relacionados ao sedentarismo. Estudos também mostram que o sedentarismo está relacionado ao surgimento de doenças como a gota, em que o ácido úrico se acumula nas articulações. Além disso, pesquisas apontam que pessoas sedentárias tem maior probabilidade de desenvolver quadros de depressão e ansiedade.


Para combater o sedentarismo, é necessário a prática de atividades físicas contínuas. Mas, você também pode ter atenção em algumas atividades diárias.
- Aproveite para fazer caminhadas quando estiver dirigindo, estacionando antes, ou descendo do ônibus dois pontos antes de seu destino final.
- Prefira subir escadas ao invés de usar sempre o elevador.
- Ande pelo seu bairro, leve seu cachorro para passear mais vezes ao dia e faça pequenas compras a pé.
- Quando estiver trabalhando, procure não ficar o tempo todo sentado e faça alguns alongamentos.

Com atitudes simples e um acompanhamento profissional é possível espantar o fantasma do sedentarismo e ter mais qualidade de vida!